O segredo para depressivas conseguirem cuidar da casa


Existe um mito que diz que depressão é só ficar triste ou em casa chorando em cima de uma cama. Ou ainda dizem que quem tem depressão não sai de casa, que é frescura ou preguiça. Esses mitos na verdade só atrapalham as pessoas a melhorarem.


O fato é que a depressão é muito mais do que apenas tristeza e angústia que não passam nem com o tempo e nem com nada que se compre. A depressão traz consigo uma série de prejuízos para a vida do paciente, incluindo sintomas físicos persistentes. Os sintomas físicos são os primeiros que se instalam durante a depressão e também são os últimos que melhoram mesmo com o uso contínuo de medicação e psicoterapia.


Os sintomas físicos mais comuns e persistentes são:


1- cansaço físico e mental mesmo sem esforço físico


2- falta de energia e desmotivação


3- dormir demais ou inversão do ciclo sono e vigília


4- dificuldade de atenção e concentração


5- dificuldades de memória e esquecimentos


6- dores pelo corpo: dores de cabeça, nas costas


7- perda de peso sem dieta e alterações no apetite



As estatísticas são bem realistas ao mostrarem que as mulheres são mais afetadas pela depressão do que os homens. Não por acaso as mulheres acumulam duplas e triplas jornadas de trabalho, cuidando de inúmeras tarefas e pessoas ao mesmo tempo.


Uma das jornadas de trabalho mais prejudicadas é da casa, ou seja, a realização das tarefas domésticas diárias fica para trás ou fica em segundo plano. Isso gera angústia na mulher que deseja cuidar da casa e não tem forças para reagir, mesmo vendo tudo acumulado pela casa.


Então o segredo para as depressivas conseguirem cuidar da casa é: ARRUMAR UM CÔMODO POR DIA e complementando a esse segredo é: FAZER UM POUCO POR DIA, nem que seja 30 minutos por dia.


Para exemplificar, vamos pensar na seguinte rotina:


"Segunda feira eu vou arrumar o quarto

Terça feira eu vou ajeitar a sala

Quarta feira eu vou lavar o banheiro

Quinta feira eu vou organizar a cozinha

Sexta feira eu lavo as roupas

Sábado eu guardo e passo as roupas

Domingo eu descanso"


Dessa forma, o que parece ser muito para se fazer na casa fica menor e mais fácil de ser feito. E mesmo se essas tarefas ainda forem muito por dia, não hesite em pedir ajuda para alguém!








Texto de Patrícia Machado

Psicóloga clínica

CRP 01/9368









Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

EQ. 52/54, Projeção 09

Edifício Central, sala 503,

Setor Central, Gama-DF

Tels: 061-4141-9004
        
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon