Crianças que ajudam nas tarefas domésticas crescem mais responsáveis e menos mimadas


Incluir as crianças nas atividades do lar desde muito cedo (a partir dos 2 anos) desenvolve a independência, a responsabilidade, a autoestima, autonomia, a coordenação motora e ainda faz com que ela dê valor ao trabalho dos outros. Resumindo, crianças que ajudam nas tarefas domésticas são mais responsáveis e menos mimados.


Quanto mais cedo a criança ajudar, melhor é, pois aos poucos isso vai se tornando um hábito. O importante é sempre persistir, com muita paciência. Também é essencial que os pais respeitem as poucas habilidades da criança, pois o que ela vai fazer não vai sair do jeito que um adulto faria.


Para então incentivar os pequenos, crie pequenos desafios ou brincadeiras, para que as tarefas domésticas se tornem mais leves e divertidas. Por exemplo, os pais podem propor: “Quem vai guardar tudo primeiro?” ou “Quem terminar por último vai dançar na sala!”


Como o objetivo maior é incentivar um hábito saudável, é muito importante que os pais não ofereçam recompensas ou dinheiro. A melhor forma é elogiar, reconhecer o esforço, abraçar e beijar muito, pois a criança ajudou a família e deve ser valorizado por isso. O ideal que a toda a família também dê o exemplo, pois os filhos tendem a imitar comportamentos e formas de funcionamento dos pais e irmãos mais velhos.


Um cuidado que deve ser tomado é não criar atividades de menino ou menina, ou seja, não incentive atividades sexistas. Não importa o sexo para lavar a louça ou tirar o lixo, o mesmo para lavar o carro da família ou guardar a roupa limpa. Mostre aos filhos que as atividades que precisam ser feitas em casa podem ser realizadas por qualquer membro da família.


Os benefícios para os filhos ajudam em casa são vários:


  • As crianças desenvolvem novas habilidades como cozinhar, limpar, organizar etc

  • Aprendem a ser mais responsáveis com seus pertences e com as coisas dos outros membros da casa

  • Os filhos desenvolvem respeito pela casa e pelas pessoas que moram com ela

  • As crianças se sentem mais orgulhosas pelas suas realizações, sentindo mais prazer em contribuírem para o bem comum

  • Os filhos que ajudam em casa também aprendem sobre planejamento, pois se ela tem que arrumar o quarto, vai planejar suas tarefas para o que precisa ser feito

  • As crianças que ajudam nas tarefas domésticas crescem mais responsáveis e menos mimadas porque não recebem tudo pronto, entendendo que para terem o que querem é exigido trabalho e esforço de alguém. E quando elas realizam o trabalho para ser satisfeita, acabam valorizando o próprio trabalho e o trabalho de quem faz por ela também.

É importantíssimo que os pais incentivem tarefas domésticas compatíveis com a idade e as habilidades psicomotoras dos filhos. O quadro abaixo traz boas dicas do que fazer de acordo com a idade.

Então, “mãos na massa” e “mãos à obra” para termos filhos mais responsáveis, confiantes e menos mimados!


Para saber mais, fale com a psicóloga. Para saber como podemos ajudar você e seu filho, veja como funciona nosso Programa de Orientação de Pais.


Por Psicóloga Patrícia Machado (CRP 01/9368).

MBA em Clínica Interdisciplinar da Infância e Adolescência e Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

EQ. 52/54, Projeção 09

Edifício Central, sala 503,

Setor Central, Gama-DF

Tels: 061-4141-9004
        
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon